July 01

Nada é permanente, excepto a mudança

EDIÇÃO Nº54 | JULHO - AGOSTO - SETEMBRO | 2021

BREVE EXCERTO

“Tudo muda, e até aquilo que consideramos seguro e fundamental se pode vir a tornar obsoleto. Aprender a mudar com os tempos e a evoluir constitui uma aprendizagem fundamental. Numa vida em que as mudanças são frequentes, quer no campo profissional quer na esfera pessoal, poderão verificar-se situações de grande stress, a menos que as pessoas encarem cada mudança de uma forma que as ajude a compreendê-las.

 

Porque é que temos que mudar? A mudança costuma envolver uma certa instabilidade, é certo, mas por vezes as coisas mudam e já não voltam a ser como eram É a vida! E a vida pressupõe mudança. E nós temos de acompanhar a mudança.

 

O que pode bloquear a mudança?“

 

Nada é permanente, excepto a mudança

De Tânia da Cunha

July 01

Uma Mulher Extraordinária: Clara Wieck (Schumann)

EDIÇÃO Nº54 | JULHO - AGOSTO - SETEMBRO | 2021

BREVE EXCERTO

“Clara teve oito filhos, criou-os e sustentou-os. Mesmo antes da loucura do marido, e de este morrer no manicómio, era já ela o principal sustento da família, através do ensino e da atividade de concertista. Morreu-lhe o marido e não só, morreu-lhe um filho adulto, deixando-lhes mais os netos para criar e sustentar…

Pois Clara Wieck, Schumann pelo casamento, acudiu a tudo isto e cumpriu muito mais. Ela foi um dos maiores virtuosos do piano do Romantismo, influenciou o repertório e a forma dos concertos, tendo mesmo entrado em intensa polémica com Liszt quanto à forma de tocar, e os insultos dela ficaram famosos. Liszt defendia o espetáculo, Clara lutava pela autenticidade.

 Conhece-se o programa de mais de 1300 concertos que tocou por toda a Europa. Era ela quem organizava as suas próprias viagens, para além de tomar conta das finanças familiares e dos assuntos do lar, tento contratado uma governanta e uma cozinheira para manter a casa, enquanto ela se ausentava nas longas tournées.“

 

Uma Mulher Extraordinária: Clara Wieck (Schumann)

De Sebastião Alves

April 01

Neuropsychophysio-Pathological and Neurochemical Aspects of Feeling Angry

EDIÇÃO Nº53 | ABRIL - MAIO - JUNHO | 2021

RESUMO

Neste artigo, os autores pretenderam abordar as correlações entre encéfalo e outras partes do nosso organismo, e os comportamentos marcados pela ira ou raiva. A clínica demonstra-nos que este sentimento causa modificações da funcionalidade encefálica, além de afectar outros sistemas que formam o nosso organismo. Veremos que várias partes do nosso cérebro desempenham um papel importante na dinâmica da raiva. Por fim, apresentaremos dados relacionados com as alterações da temperatura em diversos estados emocionais, nomeadamente a ira ou raiva.

 

Neuropsychophysio-Pathological and Neurochemical Aspects of Feeling Angry

Por Manuel Domingos

April 01

O impacto do cancro nos cuidadores

EDIÇÃO Nº53 | ABRIL - MAIO - JUNHO | 2021

BREVE EXCERTO

“Tomando as significações que o cancro tem na nossa sociedade como profundamente relacionadas ao sofrimento, dor e morte, é importante refletir sobre o sofrimento psicológico que os cuidados aos pacientes de cancro pode criar nos profissionais de saúde. O contacto com uma doença como o cancro coloca os profissionais de saúde perante muitos fatores de stresse psicológico: comunicação de más notícias, adaptação à inexistência de cura médica, exposição repetida à morte de pessoas com os quais estabeleceram uma relação, envolvimento em conflito emocionais, absorção de cólera e de mágoa expressa pelos pacientes e pelos familiares e desafios ao sistema de crenças pessoais (Twycross, 1999).

Diversos estudos demonstram que os sentimentos despertados nos médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e outros profissionais que atuam em Oncologia, são semelhantes aos dos pacientes e familiares afetados pelo cancro, tais como a negação, a raiva, a culpa, o pensamento mágico e sintomas depressivos. Sentem também a impotência imposta pelos limites dos recursos pessoais e científicos.

 

O impacto do cancro nos cuidadores

Por Joana de São João Rodrigues

Este site usa cookies, para guardar informação de forma segura no seu computador.

Estes cookies destinam-se a optimizar a sua experiência de navegação neste site.

aceito cookies

Saiba mais acerca dos cookies