April 01

5 Truques para lidar com as traquinices da mente

EDIÇÃO Nº45 | ABRIL - MAIO - JUNHO | 2019

BREVE EXCERTO

“As nossas mentes pregam-nos partidas a toda a hora. Infelizmente, há quem se recorra disso para explorar os lados mais “travessos” do nosso cérebro. Por vezes este pode ser tão traquinas que não podemos ter realmente a certeza de que qualquer coisa “é” apenas pela forma como a vemos. O que a ciência nos mostra é que a nossa mente age de maneiras que nos ajudam, basicamente, a lidar com os aspectos ligados à sobrevivência. Isso até certo ponto, porque por outro lado, existem truques mais comuns que os nossos cérebros usam para “jogar” connosco (às vezes até perigosos); mas que podemos ter consciência dos mesmos e até usá-los a nosso favor, no dia-a-dia, de forma a obtermos mais benefícios e viver à altura da responsabilidade que tal conhecimento nos permite!“

 

5 Truques para lidar com as traquinices da mente

De Sara Ferreira

January 01

Tenho Tudo O Necessário Para Ser Feliz...Mas Não Me Sinto!

EDIÇÃO Nº45 | ABRIL - MAIO - JUNHO | 2019

BREVE EXCERTO

”Quase de certeza que já nos aconteceu em algum momento da vida pensarmos, ou já ouvimos alguém próximo a dizer: “-Não entendo... tenho tudo o que preciso para ser feliz, mas não me sinto feliz”. 

O que dizemos quando ouvimos isso? O que fazer quando ouvimos isso? Felizmente muitas pessoas procuram apoio psicológico nestas situações, porque todos temos o direito de nos sentirmos bem, com a nossa vida. 

Essa sensação de insatisfação pode derivar de inúmeras questões, nomeadamente o nosso nível de exigência, aborrecimento com a rotina ou ter um sonho mas não o fazer por receio. 

Relativamente ao nosso nível de exigência, podemos colocar o seguinte exemplo de um pensamento recorrente: “a minha vida apenas será perfeita se casar e tiver 2 filhos, se tiver uma estabilidade profissional, se a minha família estiver bem e se sentir que tenho muitos amigos à minha volta”. E caso falte uma pequena parte desta ideia, a satisfação não será sentida, um pouco a ideia do 8 ou 80, subjacente à crença de “ou estarei feliz com o que desejo, ou estarei infeliz porque ainda não tenho tudo o que realmente preciso”. Por vezes o nosso grande desejo de atingirmos a dita felicidade, faz-nos quase aguardar por ela como se depois, no momento em que ela chegasse, tudo ficasse para sempre bem. Mas se por um lado, a espera desse futuro poderá não nos permitir viver o presente da melhor forma, por outro, é quase como se acreditássemos que essa felicidade ao chegar fosse para ficar. E ficará?”

 

Tenho Tudo O Necessário Para Ser Feliz...Mas Não Me Sinto!

de Joana De São João Rodrigues

January 01

Intervenção Neuropsicológica

EDIÇÃO Nº45 | ABRIL - MAIO - JUNHO | 2019

RESUMO

Os astroblastomas são tumores encefálicos com baixa prevalência e elevado grau de malignidade, que têm origem no tecido glial, mais especificamente nos astrócitos. Embora sejam mais frequentes em jovens adultos, há alguns casos infanto-juvenis sinalizados e a sua recuperação é, geralmente, incerta. 

O objetivo deste estudo é relatar os efeitos terapêuticos da reabilitação neuropsicológica num jovem de 11anos de idade após diagnostico e remoção cirúrgica de um astroblastoma. Este manifestava algumas dificuldades em áreas específicas (capacidade de atenção - concentração, memória, motivação) e sintomatologia depressiva. 

O paciente foi submetido a um protocolo estimulação neuropsicológica, que consistia em sessões de 1 hora da prática monitorizadas de tarefas de estimulação adaptadas às suas necessidades acompanhadas de atividades para realizar em casa. Verificou-se uma melhoria dos seus resultados globais bem como uma diminuição da sintomatologia depressiva. Os resultados sugerem que a intervenção neuropsicológica tem um impacto positivo no processo de reabilitação dos jovens. 

 

Intervenção Neuropsicológica num Adolescente Sujeito à Remoção de uma Neoplasia Parietal Esquerda

De Manuel Domingos, Catarina Calado, Natasha Cordeiro e Inês Simão

January 01

As Marcas Não Se Medem Aos Palmos: Alguns Exemplos De Brand Scales

EDIÇÃO Nº45 | ABRIL - MAIO - JUNHO | 2019

BREVE EXCERTO

”A marca é um dos ativos intangíveis mais importantes, sendo um fator-chave para muitas das organizações mais bem-sucedidas do mundo. Contudo, medir o poder e a eficiência de uma marca não é tarefa fácil, mas é essencial realizá-lo, pois obtêm-se dados determinantes para a definição da estratégia de uma marca. Procedendo ao seu recurso, torna-se possível compreender se a marca está em convergência com o seu posicionamento e desempenho face à sua competição. Nos últimos anos, tem-se assistido a uma expansão da área de Brand Management. Esta expansão tem sido acompanhada pela eclosão e desenvolvimento de inúmeros conceitos, dimensões e Brand Scales relativos às marcas. 

As Brand Scales são um instrumento crucial, uma vez que é extremamente desafiante quantificar as emoções humanas criadas pelas marcas. Desta forma, estas escalas permitem o acesso a alguns insights dos consumidores relativamente à marca, como emoções, ou reações comportamentais que vão influenciar o processo de tomada de decisão. 

Têm sido desenvolvidos diversos estudos com o objetivo de aperfeiçoar e validar escalas e métricas de alguns conceitos relacionados com a marca, nomeadamente: Brand Trust1, Brand Authenticity2,3, Brand Experience4,5, Brand Dependence6, Self-Gifting Consumer Behavior7, Brand Loyalty8 e Brand Equity9. 

Sendo que, para muitos investigadores a qualidade de uma relação entre marca e consumidor se reflete na confiança10,11, medir a Brand Trust de uma marca pode ser extremamente útil. 

Segundo esta escala, são avaliadas duas dimensões: fiabilidade (relacionada com a performance da marca e com as capacidades funcionais do produto) e intenções (que incluem aspetos de Brand Personality, assim como convicções e significados a si atribuídos). Esta escala é interpretada do mesmo modo nos diferentes produtos, o que permite a comparação ao longo do tempo e entre outras marcas.”

 

As Marcas Não Se Medem Aos Palmos: Alguns Exemplos De Brand Scales

De Luís F. Martinez e Luísa M. Martinez

Este site usa cookies, para guardar informação de forma segura no seu computador.

Estes cookies destinam-se a optimizar a sua experiência de navegação neste site.

aceito cookies

Saiba mais acerca dos cookies